As Claques do Benfica

Infelizmente estas claques conseguem ser mais internacionais que o clube que representam, mas se pensamos que é por bons exemplos, não podíamos estar mais enganados.

Nos emails, não só é possível provar todo o apoio do clube às duas claques ilegais, como também, por várias vezes foram apanhados com material ilegal dentro do estádio.

Da primeira vez, um autêntico arsenal. Todos nos lembramos dos cerca de 30 adeptos detidos, dos homicídios de Rui Mendes e do Marco Ficini.

Luís Filipe Vieira, sempre disse que “nunca sube que o Benfica tinha claques”

Nunca em momento algum, o Benfica pediu desculpa, ou se mostrou arrependido, pela morte de ambos. A única coisa que foi dita, por Luis Filipe Vieira, aquando da morte do Marco Ficini, quase insultuosa, tendo em conta que se tratava da morte de uma pessoa.

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/vieira-questiona-o-que-estavam-adeptos-do-sporting-a-fazer-ao-pe-da-luz-as-tres-da-manha

Não, não foi por estarem no local errado, à hora errada, no caso de Rui Mendes, estava no meio dos adeptos do seu clube, a apoiar o seu clube, quando leva com um Very Light disparado do Topo contrário.

https://www.record.pt/multimedia/videos/detalhe/adeptos-do-benfica-voltam-ao-cantico-do-very-light

Marco Ficini estava perto do Estádio da Luz, sim, mas porque as claques do Benfica foram provocar a JL, nas vésperas do Derby Lisboeta. O erro aqui, foi de os terem perseguido e terem idos directos a uma emboscada, que os aguardava nas imediações da Luz. Mas por mais incorrecto que o comportamento do adepto italiano do Sporting possa ter sido, isso não é motivo para que o atropelem duas vezes.

Certo também é que o assassino do Marco, não tinha dinheiro para mandar cantar um cego, mas mesmo assim contratou o advogado mais caro do país. Infelizmente, já é normal que o Benfica também apoie as suas claques nos processos legais e penais, através de procurações passadas entre escritórios de advogados. Já o fizeram com Ricardo Costa(o do Apito Final), com o Ferreira Nunes, com a Prosegur(Caso do túnel) e várias vezes com os NoName. Felizmente os Diabos Vermelhos, não parecem ser tão criminosos, quanto a congénere.. mas não são santos.

Não nos podemos esquecer também das parcerias com os ultras do Hadjuk Split, tão criminosos quanto eles. Não esquecendo que perseguem inclusive adeptos do FC Porto e do Sporting CP, fora do pais, e os agridem.

Mas se esta agressividade fosse só contra os adeptos do Porto e do Sporting, até poderíamos fazer um “pequeno esforço” para entender. Infelizmente não é, também todos nos lembramos das confusões no estrangeiro, nas confusões no Hotel em Lisboa, aquando da visita do AJAX ao Benfica.

Resumindo, só trazem mau nome ao Benfica e ao futebol português. É um caso para dizer que estão mesmo a mais e que não amam o clube nem o desporto.

Como se já não bastasse, deixamos aqui mais uns exemplos do que estas claques fazem.

Mas será que as autoridades e as entidades responsáveis sabem disto? Sim, sabem. Não só sabem, como avisam a direcção do Benfica, omitem dados de relatórios, enfiam processos na gaveta e olham para o outro lado.

Uma das pessoas mais activas, enquanto funcionária da FPF, na legalização dos GOA(e muito provavelmente na criação de vazios legais), foi a Dra Célia Falé, até há bem pouco tempo, subordinada do ex-Director Jurídico do Benfica, o Dr Paulo Gonçalves(Actualmente acusado por corrupção activa de um oficial de justiça).
Quando o trabalho desta Dr Célia Falé, ficou concluído, Francisco Oliveira(AKA Xicão), tratou de passar os dados privados da mesma a Paulo Gonçalves, de forma a que o último lhe fizesse uma oferta de emprego.

Perguntas:
1- Estaria Célia Falé a agir já com a promessa de emprego no Benfica? Se sim, corrupção activa de um agente da FPF.

2- A que propósito, é que uma advogada, legalista, ou seja lá qual for a sua especialidade, colabora com o Director Juridico de um clube, para permitir que tamanha bandidagem se pavoneie pelos estádios?

Leave a Reply