As Toupeiras

Neste post vamos falar das toupeiras que passam informação a pessoas ligadas ao Sport Lisboa e Benfica.

Quando falamos de toupeiras, é nosso dever começar pela primeira toupeira que identificamos, nada mais nada menos, que o ex-Director de Conteúdos, ex-deputado, ex-arquivista, ex-jornalista, actualmente merceeiro, o Sr. “Dr.” Pedro Guerra.

Desde 2008(que se saiba), que este envia a Paulo Gonçalves e também a Luis Filipe Vieira, documentos que supostamente à data estariam em segredo de justiça, ou então seriam notas internas da equipa da PGR, que investigava o Apito Dourado.

Como podemos ver, na imagem acima, Pedro Guerra diz que Luis Filipe Vieira, já deve ter, só que não sabe onde anda.

Na imagem acima, podemos ver alguns dos ficheiros mencionados por Pedro Guerra. Mas afinal, qual o conteúdo dos mesmos?

Equipa de coordenação do processo Apito Dourado.
Ó diabo.. mas então, isto faria parte do processo, ou seriam notas internas? Será que a PGR sabe?
Mas como é óbvio, este exemplo não é único, temos mais.

Ora bem, portanto, lendo o que está sublinhado, a equipa da Maria José Morgado reuniu para redigir o recurso, algo que tentou arranjar, mas ainda não conseguiu.. mas que vai continuar a tentar. Portanto, provavelmente terá conseguido arranjar o recurso da PGR, ainda antes do tribunal.

Vamos a mais um exemplo:

Aquilo não é um documento Word?
Sim, é mesmo! E ainda por assinar!

E só para rematar, mais um exemplo que prova que o Pedro Guerra arranjava os documentos na fonte, não fotografias afixadas na parede.
O “Memorando V” de agradecimento da Procuradora Maria José Morgado, enviado aos que colaboram no processo Apito Dourado. (ECPAD)

Mais uma vez… antes da assinatura!!

O que podemos concluir facilmente daqui?

1) Pedro Guerra foi a toupeira original.

2) Pelo menos desde 2008 que sabemos que Paulo Gonçalves recebe documentos que não deveria ter em sua posse.

3) Afinal Luis Filipe Vieira tambem os recebia, mas a amnésia já o assistia, portanto perdia-lhes o tino.

Nota: Isto foi revisto em 30 minutos, uma pesquisa rápida.. e uns crimes aparecem, que merecem investigação aprofundada e censura por parte da Ordem dos Advogados, pelo menos. A ERC também deveria perder um tempo a ler estes emails, pois dados destes documentos roubados à Justiça Portuguesa, foram usados na BTV(e não só), como arma de arremesso contra os clubes envolvidos no Apito Dourado.

Leave a Reply